Cascais no centro do mundo da Vela

Contactos
Fale connosco
Cascais Invest
02 Jun
2016

Cascais vai ser mais uma vez palco de prestigiados campeonatos nacionais e internacionais de vela, que juntos movimentam quase cinco milhões de euros na economia local. Os campeonatos que vão trazer a Cascais os melhores velejadores do mundo foram apresentados aos jornalistas, no Clube Naval de Cascais, o organizador dos eventos que contam com a parceria da Câmara Municipal de Cascais.

Em 2016, são quatro os grandes eventos associados a um desporto com sólida tradição no concelho: Cascais Vela – o maior evento nacional da modalidade, de 26 a 28 de agosto; SB20 Cascais World Championship 2016, de 29 de agosto a 4 de setembro; RC44 Cascais Cup, de 20 a 25 de setembro; E o Cascais 52 Superseries Cup 2016, de 10 a 15 de outubro.

De 26 de agosto a 15 de outubro, Cascais vai somar 22 dias de eventos de grande prestígio internacional, com cerca de 202 barcos a aportarem na Marina, vai acolher mais de mil velejadores e dois milhares de acompanhantes de quinze países diferentes. São um total de quase 10.000 visitantes, números referidos por Gonçalo Esteves, presidente da comissão executiva do Clube Naval de Cascais, no evento de apresentação aos jornalistas dos grandes campeonatos de vela de 2016.

A questão porque é que Cascais aposta fortemente na vela é respondida pelo vice-presidente da Câmara de Cascais, Miguel Pinto Luz: “ A vela e, nomeadamente, este tipo de prestigiados eventos internacionais, têm um enorme impacto em Cascais a vários níveis. Não só a nível desportivo, como na economia local e na captação de investimento internacional com potenciais moradores e investidores a fixarem-se no concelho” , acrescentando: “hoje temos a residir e a investir no nosso concelho centenas de velejadores estrangeiros que vieram para participar em regatas e decidiram ficar”.

Como referiu, ainda, o vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, a vela é um exemplo de um modelo de negócio de sucesso para o concelho e que está a ser replicado em outros desportos como o ténis, com, o Millennium Estoril Open e a elite do hipismo mundial com o Longines Global Champions Tour.  “Só durante os eventos de vela estamos a falar de 13.500 dormidas em hotéis do concelho” salientou Miguel Pinto Luz. Eventos desta dimensão muito têm contribuído para tornar Cascais o quarto destino turístico nacional e aquele cujo preço médio de dormida é o mais elevado do país.

No que se refere à vela, em particular, o presidente do Clube Naval de Cascais enuncia as razões porque o concelho consegue atrair este tipo de eventos internacionais “Cascais tem condições únicas para a prática da vela, sobretudo a grande proximidade do campo de regatas aos hotéis. Em segundo lugar, Cascais tem muito para oferecer a nível de infraestruturas quer para a prática da modalidade quer a nível turístico e por último, a excelência com que organizamos os eventos que leva os participantes a quererem sempre voltar”.

Sobre o Cascais Vela | É o maior evento de vela nacional, com a participação de 100 barcos nas classes Dragão, SB20, ORC, ANC e NHC, num evento de 3 dias, com um total de 17 regatas e 450 velejadores que conta já com 15 edições. Realiza-se este ano de 26 a 28 de agosto.

Sobre o SB20 Cascais World Championship 2016 | Pela segunda vez em Cascais, são 7 dias de evento, com cerca de 80 barcos e 300 velejadores de 10 países: Austrália, França, Grã-Bretanha, Holanda, Irlanda, Portugal, Rússia e Suíça, Itália, Alemanha. Decorre em Cascais de 29 de agosto a 4 de setembro.

Sobre o RC44 Cascais Cup | É um campeonato cujo circuito passa por 5 países. Em Cascais, são 5 dias de evento, com 3 regatas por dia em que participam 150 velejadores em 11 equipas de seis países: Eslovénia, França, Grã-Bretanha, Mónaco, Rússia e Suécia. Este campeonato tem a particularidade de ter um 9º tripulante convidado pela equipa. Em Cascais, vai decorrer de 20 a 25 de setembro.

Sobre o Cascais 52 Superseries Cup | O circuito passa por 5 locais diferentes. Em Cascais dura 5 dias com 2 regatas por dia. Participam 11 equipas e 170 velejadores de oito países: Alemanha, E.U., França, Grã-Bretanha, Itália, Rússia, Suécia e Turquia. Vai ter lugar de 10 a 15 de outubro.